Pterígio

Olho seco, poeira e raios ultravioletas podem causar o pterígio, um tecido carnoso sobre a córnea

O que é?

O pterígio é um tecido carnoso que cresce sobre a córnea. Esta lesão pode manter-se pequena ou crescer até interferir com a visão. O pterígio se localiza com maior frequência sobre o ângulo nasal do olho, porém pode aparecer no ângulo externo.

Quais são as causas/sintomas?

Os principais sintomas são:  olho vermelho (irritado) e fotofobia (sensibilidade à luz). Outras manifestações clínicas que podem ser encontradas em pacientes portadores deste mal são a hiperemia ocular, a ardência e o prurido ocular.

Formas de prevenção

O uso de óculos escuros com lentes que possuem proteção contra os raios UV constitui-se em uma das principais formas de prevenção deste mal, bem como de outras patologias do globo ocular, como exemplo a degeneração macular senil, também bastante freqüente em nosso meio e que também tem como principal fator de risco a radiação UV que recebemos durante toda a nossa vida


Tecido carnoso sobre a córnea

Qual é o tratamento?

Quando o pterígio torna-se avermelhado e irritado, empregam-se gotas e pomadas oculares para reduzir a inflamação. Se o pterígio tornou-se grande o suficiente para atrapalhar a visão ou é anti-estético, pode ser retirado mediante cirurgia.Apesar de uma excisão cirúrgica correta, o pterígio pode reaparecer, sobretudo em pessoas jovens. Em alguns casos recorre-se à radiação da superfície com b-terapia ou ao uso de medicações com o objetivo de prevenir a recorrência. A proteção dos olhos contra a luz ultravioleta excessiva através óculos solares apropriados, evitando condições ambientais secas e empoeiradas, e a aplicação de lágrimas artificiais são medidas que podem ser úteis.

Contato Imprensa Mapa do Site Acessibilidade
João Luiz Pacini Costa - Oftalmologista - Diretor Técnico Médico - CRM 3862-DF
Plone® powered | design Tânia Andrea