Glaucoma

Uma doença silenciosa que causa cegueira

O que é glaucoma?

É uma doença silenciosa e que atinge quatro milhões de pessoas em todo o mundo. O glaucoma merece atenção especial por ser degenerativa e atingir o nervo Óptico e pode levar à cegueira. O nervo óptico é a parte do olho que carrega a informação visual até o cérebro. É formado por mais de um milhão de células nervosas. Quando se eleva a pressão no olho, as células nervosas tornam-se comprimidas, o que as danifica, e eventualmente até causa sua morte. A morte destas células resulta em perda visual permanente.

Como prevenir?

Visite, uma vez ao ano, o médico oftalmologista. Por meio de exames, o oftalmologista pode determinar se o paciente tem ou corre o risco de ter glaucoma, mesmo antes de aparecerem os sintomas. Na lista do check-up para o diagnóstico do glaucoma estão a tonometria (aferição da pressão intra-ocular), a campimetria (teste do campo visual) e a oftalmoscopia (que verifica o aspecto do nervo óptico).

Na última fase do Glaucoma, a visão do paciente pode ficar assim:

Campo Visual Tubular

Nas últimas fases do glaucoma, o campo visual está tão reduzido que é como se pessoa olhasse o mundo através de um tubo.

Quem está sob risco?

Pessoas acima de 45 anos Pessoas com história familiar de glaucoma Pessoas com pressão intra-ocular elevada Pessoas que possuem miopia Pessoas que utilizam esteróides por tempo prolongado (corticóides) Pessoas que possuem alguma lesão ocular prévia

Quais são os sintomas do glaucoma?

O glaucoma geralmente inicia de forma lenta, não exibindo nenhum sintoma até que danos sérios e irreversíveis tenham sido causados. Esse distúrbio é o principal motivo pelo qual você deve consultar um oftalmologista periodicamente após completar 40 anos. Os três sinais mais comuns do glaucoma são o aumento da pressão intra-ocular, a redução do campo visual e dano ao nervo óptico e às fibras ópticas. Às vezes, o glaucoma surge rapidamente, com os seguintes sintomas: visão desfocada, dor forte no olho, halos ou arco-íris em volta da luz, náusea e vômito.

Como tratar?

O glaucoma pode ser tratado com colírios, medicamentos orais, cirurgia a laser e uma combinação desses métodos. O propósito do tratamento é impedir perda visual ainda maior e manter a pressão intra-ocular baixa, sob controle.

Contato Imprensa Mapa do Site Acessibilidade
João Luiz Pacini Costa - Oftalmologista - Diretor Técnico Médico - CRM 3862-DF
Plone® powered | design Tânia Andrea