Ceratocone

Distrofia da córnea que afeta uma pessoa a cada mil, no mundo

Ceratocone (do  grego: kerato - chifre, córnea; e konos - cone), é uma doença não-inflamatórias degenerativa do olho na qual as mudanças estruturais na córnea a tornam mais fina e a modificam para um formato mais cônico (ectasia) que a sua curva gradual normal.

Ceratocone é a distrofia mais comum da córnea, afetando uma pessoa a cada mil, parecendo ocorrer em populações em todo o mundo, embora alguns grupos étnicos apresentam uma prevalência maior que outros. Geralmente é diagnosticado em pacientes adolescentes e apresenta seu estado mais grave na segunda e terceira década de vida.

 

Sintomas

O ceratocone pode causar distorção substancial da visão, com múltiplas imagens, raios e sensibilidade à luz sendo frequentemente relatados pelos pacientes.

Tratamentos disponíveis

O tratamento do ceratocone visa sempre proporcionar uma boa visão ao paciente, bem como garantir seu conforto na utilização dos recursos que serão empregados (óculos, lentes de contato, cirurgias) e principalmente preservar a saúde da córnea. As alternativas de tratamento sempre são avaliadas nesta ordem: óculos, lentes de contato especiais e cirurgias.

Lentes de contato

Para amenizar o desconforto e diminuir o ritmo de progressão da doença, o melhor método é o uso de lentes de contato rígidas (gás permeáveis). A lente rígida se acomoda sobre a córnea, moldando-a e corrigindo a visão. A adaptação de lentes de contato no ceratocone deve ser feita por profissionais experientes que possam dar o devido acompanhamento e orientação ao paciente. Uma lente mal adaptada ou de má qualidade pode causar erosão da córneam ceratite, hidropsia seguida de leucoma, edema de córnea e  infecções oculares.

Cirurgia

Em alguns casos pode ser exigida uma correção cirúrgica para se deter a deformação da córnea (implante de anel de ferrara). Essa técnica tem apresentado ótimos resultados.

Em última instância, pode-se recorrer ao transplante de cornea.

Crosslinking

O Visão disponibiliza ao paciente a mais novo procedimento cirúrgico, o Crosslinking. A técnica  já é utilizada em todo o mundo e consiste em aplicações de vitamina B2 associada à ultravioleta do tipo A na córnea do paciente. O procedimento tem como objetivo o enrijecimento da córnea, evitando a progressão da doença.

Contato Imprensa Mapa do Site Acessibilidade
João Luiz Pacini Costa - Oftalmologista - Diretor Técnico Médico - CRM 3862-DF
Plone® powered | design Tânia Andrea